57% dos Servidores aprovam 13% de repasse e 20% de elevação no vale-alimentação

A apuração dos votos coletados em dois dias de assembleias setoriais encerrou agora há pouco (às 16 horas, de 18 de fevereiro de 2022). Foram 1913 votos, dos quais 57% aceitaram  a contraproposta do Governo Municipal, e 43% disseram não. É importante ficar claro: a melhora no índice só foi obtida através da união entre SSPMA X SERVIDORES.

A proposta anterior era de 10,16% – tanto nos vencimentos quanto na cesta. Agora, teremos 13% nos pagamentos e 20% no vale-alimentação. Como em toda votação, não foi possível chegar a um resultado unânime. Mas prevalece a vontade SOBERANA da maioria! VALE RESSALTAR: os demais itens da Pauta de Reivindicações seguem em negociação, com foco principal para as necessidades mais urgentes da Saúde.

PRÓXIMOS PASSOS

Já oficializamos a decisão do funcionalismo à Administração. Como ficará o processo? A Prefeitura enviará um Projeto de Lei (PL) à Câmara que, após ser apreciado e votado pelos vereadores, seguirá para a sanção do prefeito Chico Sardelli. As demais reivindicações da nossa Pauta (que podem ser resolvidas por atos administrativos), voltarão a ser debatidas na próxima semana.

REFLEXÃO DA LUTA!

Os 3% a mais conquistados em nossa luta podem parecer pouco neste momento, porém, refletirão em muito ao longo dos anos. Quando pensamos na cesta, a diferença é maior ainda, principalmente para aqueles com os menores salários. Os companheiros terão mais alimentos na mesa.

A batalha continua. Vamos permanecer fortes em busca dos demais itens e cobrar a promessa do prefeito de rever a questão do reajuste ainda este ano. Segundo Chico Sardelli, com o provável aumento da receita do município, será possível melhorar o índice salarial ainda em 2022.

PRESIDENTE TONINHO FORTI

As assembleias setoriais são soberanas. Devemos acatar a decisão da maioria. A lição tirada é uma só – a união do coletivo conseguiu melhorar a 1ª proposta do Governo. Esses ganhos adicionais, neste momento, não causam tanto impacto, entretanto, nos próximos anos compreenderemos o seu real valor.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.