Americana registra primeiro caso de Varíola do Macaco | Precisamos estar atentos!

A Vigilância Epidemiológica de Americana confirmou o primeiro caso de Varíola do Macaco (MonkeyPox), no município. O resultado foi confirmado ontem (27) pelo Instituto Adolfo Lutz. O paciente é um homem de 27 anos. Ele encontra-se estável e em isolamento domiciliar, sendo monitorado pela Vigilância e pelo Serviço de Assistência Especializada em Infectologia (SAE). No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, até 21 de julho de 2022 foram confirmados 607 casos, dos quais 438 estão no Estado de São Paulo. Ou seja, precisamos estar alertas.

ATENÇÃO

Os sintomas da varíola do macaco incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, calafrios e exaustão. Também podem aparecer lesões na pele, inicialmente no rosto, que depois se espalham pelo corpo. O ciclo da doença dura de duas a quatro semanas. Como a transmissão do vírus é feita entre pessoas, a prevenção é a melhor ferramenta de proteção.

As autoridades de saúde recomendam:

✅ evitar contato íntimo ou sexual com pessoas que tenham lesões na pele;
✅ evitar beijar, abraçar ou fazer sexo com alguém com a doença;
✅ realizar a higienização das mãos com água e sabão e uso de álcool gel;
✅ não compartilhar roupas de cama, toalhas, talheres, copos, objetos pessoais ou brinquedos sexuais;
✅ usar máscaras, protegendo-se contra gotículas e saliva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.