Hospital | SSPMA cobra concurso e intervenção nas diversas reclamações

A direção do SSPMA esteve nesta sexta, dia 22, no Hospital Municipal (HM). Fomos cobrar providências dos responsáveis frente às muitas denúncias apresentadas por Servidores do local. Não vamos expor os casos apresentados em detalhes, porém são ligados às relações interpessoais dentro da unidade. Identificamos falta de empatia da direção com os trabalhadores. Férias, por exemplo, são um ponto delicado, porque mais de uma vez foram relatados casos nos quais um setor estava desfalcado por falta de pessoal.

Participantes da reunião:

➡️ Toninho Forti (presidente);
➡️ Ana Rúbia Soares de Andrade (secretária adjunta de Saúde);
➡️ Fabio Beretta Rossi (presidente da Fusame – Fundação de Saúde de Americana);
➡️ Patrícia Cavicchioli (vice-presidente do SSPMA);

➡️ Alexssandro Salles, o Fião (secretário adjunto de Finanças);
➡️ Lilian Zuchi (diretora do SSPMA e conselheira municipal da Saúde);
➡️ Lilian Franco de Godoy dos Santos (superintendente da Fusame).

Medidas

Sugerimos uma série de medidas em prol da melhoria do diálogo entre as chefias e os trabalhadores. O cansaço físico e mental precisa ser revertido, sempre quando possível, pelas lideranças através de iniciativas assertivas. A direção da Fundação apontou grande número de atestados apresentados pelos Servidores. Neste ponto destacamos a necessidade de um médico do trabalho para controle e direcionamento de ações em prol da saúde e qualidade de vida da equipe. O tema será avaliado.

Falta de atitude

A direção do HM até o momento não tomou atitude para atender as substituições necessárias na unidade. Isso dificulta as escalas de saída dos companheiros nas férias, por exemplo. Fora isso, muitos saíram por aposentadoria ou pedido de exoneração e, sem novo concurso público, sobrecarregam quem fica. A cobrança de concurso na Saúde (e demais áreas) é algo frequentemente feito pela diretoria do Sindicato. É preciso uma solução urgente, tendo em vista a iminente mudança da carga horária para 30 horas semanais na Enfermagem.

Avaliação

Muitas das situações levadas ao SSPMA por alguns trabalhadores não nos cabe intervir. São questões pessoais e não de direitos e pontuamos isso individualmente. Após apresentarmos nossas sugestões e as medidas a serem tomadas pela entidade, tivemos o compromisso de averiguação interna dos casos denunciados. Mas ainda não foi sinalizado nada em relação a maior das queixas: o concurso.

Nós iremos provocar um amplo debate através da Câmara Municipal. Chegou o momento de colocarmos a realidade vivenciada pelos nossos colegas em foco. Precisamos de mais Servidores e facilitar o diálogo entre chefia e subordinado”, comenta nosso presidente Toninho Forti.

Essas deficiências não são de agora. Há muitos anos o setor passa por essa precarização. É preciso virar o jogo e vamos nos esforçar de todos os modos a fim de garantir segurança, respeito e valorização no desenvolvimento das atividades dentro do HM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.