Assembleias Setoriais | Servidores começam a decidir se aceitam ou não os “10% do Governo”

A Prefeitura fez uma contraproposta de apenas 10,2% de reajuste no salário e no auxílio-alimentação. Praticamente metade do pleiteado na Campanha Salarial pelos Servidores de Americana. Por conta disso, a decisão de aceitar ou não está nas mãos do funcionalismo. Começamos hoje, dia 7, desde muito cedo, o nosso percurso na base para realização das assembleias setoriais. Começamos pela Garagem e já fomos em diversos outros postos. Os diretores estão comprometidos nesses três dias em coletar os votos dos companheiros.

SIM OU NÃO

1) Aprovação ou não da contraproposta da Administração referente à data-base da categoria.
2) Autorização para o Sindicato deflagrar greve geral.

O tesoureiro Aires Ribeiro comenta:

Está nas mãos dos Servidores decidirem os próximos passos a serem tomados pelo Sindicato. A realidade das contas de Americana é uma só. A cidade está no verde e pode dar um reajuste salarial condizente com pelo menos a recuperação das perdas inflacionárias dos últimos anos. Frente a isso e a falta de interesse dos governantes em acompanhar os números reais, uma greve pode ser deflagrada se assim for decidido pela maioria. Vamos à luta!”

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos e Fundacionais, Ativos e Inativos de Americana, por seu diretor-presidente, CONVOCA todos os Servidores públicos municipais de Americana para participarem da Assembleia Geral Extraordinária, a ser realizada nos diversos setores da Administração nos dias 8, 9 e 10 de fevereiro fluente, com início às 8 horas da manhã do dia 8 e término às 17 horas do dia 10, para deliberarem sobre:

1) aprovação ou não da contraproposta da Administração referente a data base da categoria; e
2) 
autorização para o Sindicato deflagrar greve geral.

É importante a participação de todos.

Americana, em 4 de fevereiro de 2022

Antônio Adilson Bassan Forti
Presidente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.